16 de setembro de 2013

diogo

O Diogo já vivia em mim há mais de oito meses, já o sentia a mexer há cinco, já me conhecia as rotinas, os gestos, e eu os dele. Já éramos cúmplices antes de ele nascer, já gostava dele, muito. Mas quando ele veio para os nossos braços foi como se uma onda do mar me engolisse e me levasse num turbilhão para o que de mais profundo e animal existe em mim. E estar num quarto, numa casa, num planeta onde o Diogo existe é como se uma orquestra tocasse permanentemente uma sinfonia tão bonita quanto ensurdecedora, que não me deixa pensar, que faz de mim um bicho todo irracional, todo instinto. O méu cérebro fundiu-se com o meu útero, o meu coração, as minhas entranhas, e eu deixo-me embalar nas profundezas deste estado em que nem respirar parece ser preciso.

11 comentários:

Lucie disse...

Parabéns e muitas felicidades :)

Edien disse...

Parabéns e toda a felicidade do mundo. Adorei as suas palavras Natacha. Beijinho grande para vocês <3

Ana Martins disse...

é que é isso mesmo. assim, tal e qual. se eu soubesse escrever, era assim que descrevia.
e isso é só o começo.

beijo grande Natacha.

Menina Rabina disse...

Muitas Felicidades! Ser mãe é das melhores aventuras que podemos ter na vida ;)
Beijinhos,
Alexandra

Anónimo disse...

:'D <3<3<3<3<3<3<3 boa viagem a 3, nesta aventura cheia de cor, sorrisos, amor infinito com muita aprendizagem e crescimento. catarina p.

mulher de gengibre disse...

Muitas felicidades :)
Bjs*

Anónimo disse...

Que feliz vai ser o Diogo, a viver num mundo encatado de sonhos desenhados pelas maos maravilhosas da mae. Que a vida vos sorria sempre. Bjs. Claudia Nande

Oficinas RANHA disse...

Muitas felicidades para ti, para o teu Diogo e para o pai (que não sei o nome). Que esta nova família tenha um percurso cheio de evoluções, alegrias e sobretudo muita felicidade.
Beijinhos da Ana Cristina

sara carvalho disse...

Já nasceu! Parabéns! Muito bem vindo Diogo! Beijinhos Natacha

TerecAna disse...

Oh! muitos parabéns Nat, fiquei tão feliz por ti. Vive a maternidade ao máximo porque não há nada que se possa comparar, ou será que há?? há sim é o ser avó mais tarde, os meninos dos nossos meninos é algo tão maravilhoso como o é ser mãe. Mas voltando a ti vive tudo como tu tão bem sabes , muitas e muitas felicidades para vocês e que o Dioguinho se delicie com os desenhos da mamã. Xi-<3 e um beijinho com muita amizade. Teresa

Rute (blog:café com leite) disse...

Muitos parabéns Nat!!!! e muita saúde!